ESTUDO SOBRE DOCÊNCIA AMPLIADA NOS PROCESSOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM BRASILEIROS

Arthur Vianna Ferreira, Marcio Bernardino Sirino, Patricia Flavia Mota

Resumo


O presente artigo tem como objetivo a ampliação do conceito de docência na formação inicial de professores em Licenciaturas. A partir da legislação brasileira (LDB de 1996, as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação dos professores de 2015 e o Plano Nacional de Educação de Direitos Humanos de 2007) torna-se obrigatório a preparação dos indivíduos para atuação em espaços não escolares. Assim sendo, o campo teórico da Pedagogia Social se apresenta como espaços formativos para estudantes de licenciaturas, de maneira especial, a Pedagogia da Convivência de Xesús Jares (2007) que valoriza as relações sociais estabelecidas entre educador no processo de ensino-aprendizagem em ambientes não escolares.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Ministério da Educação, Ministério da Justiça, UNESCO, 2007.

AUTOR. TÍTULO. In.: AUTOR. TÍTULO. 1 ed. Curitiba: CRV, 2018.

GRACIANI, Maria Stela Santos. A formação do educador social e a Pedagogia da Convivência. In: RAMOS, Marcos Fadaneli; ROMAN, Artur. Educadores Sociais: a Importância da formação na implementação de tecnologias sociais. Brasília, DF: Fundação Banco do Brasil, 2001.

JARES, Xesús. Educação para a Paz: sua teoria e sua prática. Porto Alegre: Artmed, 2002.

_____. Educar para a paz em tempos difíceis. São Paulo: Pala Athenas, 2007.

_____. Educar para a verdade e para a esperança. Porto Alegre: Artmed, 2005.

_____. Pedagogia da Convivência. São Paulo: Pala Athenas, 2008.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Campinas, n. 19, p. 20-28, jan./abr. 2002.

XIMENES, Sérgio. Minidicionário Ediouro da Língua Portuguesa. São Paulo: Ediouro, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.