ANÁLISE DA OCUPAÇÃO URBANA NA ZONA CENTRO-NORTE DE TERESINA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A REGIÃO DO ENCONTRO DOS RIOS

Luara Laíde Furtado Nogueira, Giovana Espindola, Eduilson Lívio Neves da Costa Carneiro

Resumo


Teresina, a maior cidade do estado do Piauí, é exemplo de capital do Nordeste que tem apresentado acelerado processo de desenvolvimento urbano nas últimas décadas. As tendências de urbanização da cidade mostram que uma expansão urbana acelerada tem criado problemas relacionados à ocupação de importantes áreas dos sistemas ambientais, como a região do encontro dos Rios Parnaíba e Poti, localizada na zona Centro-Norte. Neste contexto, este trabalho tem por objetivo mapear e caracterizar a ocupação urbana nesta zona, analisando ainda o tipo de ocupação predominante às margens do Rio Poti, mais especificamente no bairro Poti Velho. Foram usadas imagens dos satélites RapidEye, dados do Censo Demográfico do IBGE e visitas a campo. O mapa de uso da terra foi combinado aos dados populacionais agregados nos setores censitários de modo a fornecer novos subsídios ao planejamento urbano desta região da cidade. Os resultados mostram uma intensa ocupação urbana na zona Centro-Norte de Teresina, com regiões que apresentam altos valores de densidade populacional, e áreas de ocupação irregular na região do Encontro dos Rios.


Palavras-chave


Urbanização. Cidades Médias; Uso da Terra; RapidEye; Piauí

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Equador, ISSN 2317-3491, Universidade Federal do Piauí.