CONSTRUÇÃO CIVIL E PERCEPÇÃO SOCIOAMBIENTAL: Estudo de caso junto aos agentes envolvidos em uma área de expansão urbana da zona Sul de Teresina/PI

Hikaro Kayo de Brito Nunes, Jorge Eduardo de Abreu Paula

Resumo


Os estudos em torno da cidade requer uma série de abordagens, intensificando-a quando se relacionam os aspectos ambientais nesse espaço antropizado. Dessa forma, tornou-se fundamental discutir o entendimento do homem sobre esse caráter ambiental no meio urbano, propiciando um outro olhar eficaz das análises sobre a cidade, discutido, nesse caso, no viés da percepção socioambiental. O estudo teve como objetivo analisar a percepção socioambiental dos agentes envolvidos em uma área de expansão urbana da zona Sul de Teresina/PI, principalmente no que se remete às obras de construção civil situadas na área. A metodologia da pesquisa se caracterizou pelo caráter descritivo e exploratório, foram realizados aplicação de questionários, realização de entrevistas, registro fotográfico, setorização da área de estudo e verificação in situ. Quanto às obras relacionadas com a área, optou-se por trabalhar com as seguintes: duplicação da BR-316, construção do Rodoanel (anel viário) de Teresina e construção dos Residenciais Torquato Neto e Eduardo Costa. Como um dos resultados principais, percebeu-se o descompasso entre as respostas dos dois grupos de participantes (moradores e gestores) no que se refere ao papel das obras na realidade deles, bem como na degradação ambiental e alterações na paisagem, além de ficar nítido que o entendimento dos moradores sobre a área varia à medida que varia o período de moradia no bairro. Quanto aos gestores, o entendimento dos mesmos sobre o papel do órgão na dinâmica urbana e no contexto ambiental da área recaiu em respostas distintas, além de citarem os pontos positivos e negativos das obras estudadas.


Palavras-chave


Percepção Socioambiental; Construção Civil; Expansão Urbana; Zona Sul; Teresina/PI.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Equador, ISSN 2317-3491, Universidade Federal do Piauí.

QUALIS A4