CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA E HIDRÁULICA DE MESOHABITATS EM CÓRREGOS DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON, OESTE DO PARANÁ

Marcos Alexandre Arndt, Oscar Vicente Quinonez Fernandez

Resumo


O trabalho teve como objetivo conhecer os aspectos morfológicos e hidráulicos de habitats aquáticos em escala de mesohabitats nos córregos que drenam a sede urbana do municipio de Marechal Cândido Rondon, Oeste do Paraná.As características fisicas e hidraúlicas escolhidas para descrever os habitats são: largura, profundidade e velocidade do fluxo, declividade da lâmina d'água e número de Froude. Foram identificadas os seguintes tipos de habitats: corredeira, depressão, cascata/degrau-depressão e sequencia de queda-depressão. De um total de 150 habitats mensurados 53,3% foram classificados como depressão, 35,3% como corredeira, 8,7% como sequencia queda-depressão e 5,3% como cascata/degrau-depressão. A alta porcentagem de depressões é atribuida ao aumento das vazões máximas decorrente do incremento da urbanização, que favoreceu a formação de depressões em detrimento dos habitats criados pela deposição no leito como as corredeiras, cascatas e degra-depressão.


Palavras-chave


Habitats aquáticos. Córregos urbanos e periurbanos. Processos erosivos e deposicionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Equador, ISSN 2317-3491, Universidade Federal do Piauí.