AVALIAÇÃO DO CONFORTO HUMANO NO TRANSPORTE PÚBLICO PAULISTANO EM VEÍCULOS CLIMATIZADOS E NÃO CLIMATIZADOS

Caroline Freire dos Santos, Emerson Galvani

Resumo


O município de São Paulo conta com uma frota de 14.440 veículos de transporte público, sendo que desses, apenas 2.338 são climatizados. Nessa pesquisa foi avaliado o conforto humano em ônibus climatizados (OC) e não climatizados (ONC) para os usuários da linha 6000-10 nos dias 15 e 29 de agosto de 2016. Para este objetivo, foram realizados trabalhos de campo para registro da temperatura do ar, umidade relativa e ponto de orvalho no ambiente interno dos ônibus. Esses atributos climáticos foram relacionados com a lotação, o uso do solo do trajeto percorrido e aos sistemas sinóticos atuantes na região.  Na análise dos dados foi aplicado o Índice de Desconforto Humano. A comparação dos dados revelou que o ONC apresenta maior suscetibilidade aos atributos climáticos externos do que os ônibus climatizados, nos permitindo concluir que o OC se mostrou mais eficiente ao isolar termicamente a ambiente interno do ônibus. Acrescentamos ainda que a partir da análise do Índice de Desconforto Humano, o OC apresentou maior conforto humano para os seus usuários nos dias avaliados.


Palavras-chave


Temperatura do ar, Umidade Relativa, Uso do Solo, Lotação, Índices de Conforto

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Equador, ISSN 2317-3491, Universidade Federal do Piauí.