CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BRANCO, CONTRIBUINTE DO PANTANAL MATO-GROSSENSE

Josiel Dorriguette de Oliveira, Juberto Babilônia de Sousa, Célia Alves de Souza

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi fazer a caracterização ambiental (clima, vegetação, relevo geologia e solo) da bacia hidrográfica do rio Branco. Os procedimentos metodológicos iniciaram-se com trabalhos de gabinete e produção cartográfica, gerando os mapas de geomorfologia, geologia e solo da bacia. O clima é o Aw da classificação de Köppen, sendo do tipo tropical com chuvas concentradas no verão. A vegetação compreende seis classes onde são encontradas Savana Arbórea Densa, Parque com Floresta de Galeria, Arbórea Aberta sem Floresta de Galeria, Floresta Submontana Dossel Emergente, Floresta Submontana e agropecuária/pastagem. A geomorfologia da bacia é dividida em quatro unidades: Depressão do Alto Paraguai, Planalto dos Parecis, Planícies Fluviais e Serras do Roncador-Salto do Céu. Quanto à geologia local, a bacia é embasada pelos grupos: Rio Branco, Grupo Aguapeí e Grupo Parecis. Pedologicamente, a bacia é composta pelos solos Neossolo Quartzarênico Órtico típico, Nitossolo Vermelho Distroférrico típico, Latossolo Vermelho Distrófico argissólico, Neossolo Litólico Distrófico fragmentário, Neossolo Quartzarênico Órtico léptico, Gleissolo Háplico Alumínico típico, Cambissolo Háplico Tb Distrófico léptico e Argissolo Vermelho-Amarelo Distrófico típico.


Palavras-chave


Depressão do Alto Paraguai; Geologia, Solos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Equador, ISSN 2317-3491, Universidade Federal do Piauí.

QUALIS A4