CONHECIMENTOS FONOLÓGICOS E ORTOGRÁFICOS NA ALFABETIZAÇÃO: UM OLHAR SOBRE PRODUÇÕES ESCRITAS DE ALUNOS DO 1° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Francisco Renato Lima, Francineida da Costa

Resumo


O presente artigo visa fazer reflexões sobre as práticas pedagógicas desenvolvidas com crianças do 1° ano do ensino fundamental menor, com a finalidade de averiguar quais as causas que levam algumas crianças a trocarem/confundirem as consoantes oclusivas “d” e “t” em suas produções. Pretende-se também, discutir sobre a fonética e a fonologia, destacando a importância desses aspectos no processo de acompanhamento da criança no decorrer da alfabetização. A abordagem metodológica partiu da pesquisa qualitativa, por meio de observações feitas pelos pesquisadores, que se mostraram preocupados com a escrita dessas crianças, além através da aplicação de entrevistas (para os professores) e atividades de escrita (para os alunos). Teoricamente, buscou-se embasamento em estudiosos, como Cagliari (2008), Câmara Junior (1977), Ferreiro; Teberosky (1999), Ferreiro (2010), Simões (2003/2006), Vygotsky (1998), entre outros. A análise possibilitou chegar a uma suposta conclusão de que a problemática em estudo está centrada na ação pedagógica não adequada no ensino às crianças no ciclo de alfabetização.


Palavras-chave


Alfabetização. Fonética. Fonologia. Aprendizagem. Professor.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.