OFICINAS ARTICULARES NO PARFOR: A LEITURA DIALÓGICA ATRAVÉS DA ARTE LITERÁRIA

André Luiz Gaspari Madureira

Resumo


Neste trabalho se propõe apresentar algumas ações realizadas no âmbito do PARFOR, mediante a construção de Oficinas Articulares e sua aplicação no Ensino Fundamental. Com a proposta, considerou-se a articulação de alguns campos de conhecimento, como os da Linguística e da Literatura, para promover a potencialização do processo de leitura. O eixo de base para proporcionar essa relação teve como pressuposto teórico o dialogismo bakhtiniano, bem como fundamentos da Linguística Textual. A leitura considerada do ponto de vista dialógico foi aplicada na arte literária, a partir da perspectiva bakhtiniana sobre gêneros textuais. Os gestos de leitura passaram a considerar certas ancoragens presentes nos gêneros textuais, proporcionando um ambiente de investigação, a partir do qual os sentidos não se preestabelecem na materialidade linguística, mas também não deixam de estar regulados pelo contexto no qual se materializa. Para compreender como se dá a instauração da coerência no texto, foram mobilizados alguns conceitos da Linguística Textual, em especial o de texto e o de conhecimento de mundo. As modalidades oral e escrita da língua também receberam atenção, mediante a descrição das peculiaridades que as singularizam e as diferenciam, constituindo-se não como elementos dicotômicos, mas complementares nas ações de comunicação humana. A aplicação das Oficinas proporcionou a percepção de que os sujeitos envolvidos no processo de leitura participam ativamente da construção de sentidos, o que promove a autonomia do educando em sala de aula, despertando a capacidade de reflexão sobre as formas a partir das quais é possível chegar a determinadas interpretações e analisar as ancoragens que fundamentam sua percepção sobre o texto.

 

 


Palavras-chave


Ensino; Formação; Leitura; Literatura

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.