Avaliação de Plantas Medicinais no Controle de Nematódeos Gastrintestinais de Caprinos Criados em Sistema de Base Agroecológica

Daniel Maia Nogueira, José Nilton Moreira, Jacineide Feitosa Carlos

Resumo


Este trabalho objetivou avaliar a eficácia de plantas medicinais no controle de nematódeos gastrintestinais. Foram utilizados 36 caprinos distribuídos em seis grupos de seis animais, nos seguintes tratamentos: T1 água (50 mL/animal); T2 closantel (10 mg/kg); T3 Curcubita sp. (3 g/kg); T4 Operculina sp. (8 g/kg); T5 Azadirachta indica (1 g/kg) e T6 Azadirachta indica (3 g/kg). As dosagens foram administradas após 12 horas de jejum, sob a forma de suco, por via oral. A eficácia dos tratamentos foi obtida pela contagem do OPG antes e sete dias após os tratamentos. A média do número de OPG antes dos tratamentos em todas as avaliações foi de 2.500 ovos. Apesar da discreta redução do OPG causada pelo T3 (41,0%) e T4 (34,9%) após a primeira administração, o OPG ainda permaneceu bastante elevado. Nos tratamentos T1, T5 e T6 foi observado aumento do OPG. A eficiência do closantel (T2) foi de 75,9%. Portanto, as dosagens utilizadas não apresentaram eficácia na redução do OPG.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15528/388