Avaliação do Ganho de Crescimento de Alevinos de Tilápia (Oreochomis niloticus), Alimentados com Silagem Biológica de Resíduos de Pescado

Ronaldo de Oliveira Sales, Abelardo Ribeiro de Azevedo, José Wilson Caliope de Freitas, Admar Costa de Oliveira, Marilia Oetterer de Andrade, Joana Maria Leite de Souza

Resumo


Foram avaliados os efeitos da substituição da raça de peixes por 4 níveis de silagem biológica de resíduos de pescado para ganho em crescimento de alevinos de tilápia, utilizando 150 alevinos machos e fêmeas com aproximadamente 90 dias de idade, com comprimento inicial de 9,26±0,21 a 9,65±0,23 cm, em um delineamento inteiramente casualizado, com 2 tratamentos para cada tanque (T), T1 a T4, rações com 0; 10; 20; e 30% de silagem biológica de resíduos de pescado. As rações foram formuladas para conter 25% de proteína bruta. Os resultados deste trabalho indicam que as rações utilizadas não mostraram diferenças significativas nos diversos tratamentos estudados. Conclui-se que a adição de até 30% de silagem biológica de pescado favorece o bom desempenho dos peixes.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15528/45