Avaliação microbiológica de diferentes tipos de leite comercializado em Sobral, Ceará

Rafael de Sousa Ferreira, Ana Sancha Malveira Batista, Yanna Helena Lima de Sousa, Valcicleide Oliveira dos Santos, Arianny Kassia Donato Vasconcelos

Resumo


Objetivou-se avaliar a qualidade microbiológica dos leites comercializados em Sobral-Ceará. Utilizou-se leite comercializado informalmente, pasteurizado e leite ultra alta temperatura (UAT). Foram coletadas amostras semanais de leite em diferentes pontos de venda no município de Sobral – CE, três pontos de venda de leite cru (informal) e um supermercado, quando foram adquiridos os leites pasteurizado e o UAT perfazendo cinco amostras em cada ponto durante quatro semanas, totalizando 20 amostras. Foram realizadas pesquisas de Coliformes Totais, Coliformes Termotolerantes e Staphylococcus aureus. Observou-se contaminação por coliformes totais e coliformes fecais em todas as amostras de leite cru e no leite pasteurizado. Para Staphylococcus aureus os resultados foram <1,0UFC/g, indicando baixa contaminação. Todas as bactérias encontradas nas amostras são pertencentes à família das Enterobacteriaceae. O leite cru comercializado na cidade de Sobral apresenta baixa qualidade microbiológica, trazendo risco a quem consome. O leite pasteurizado não teve tratamento térmico eficaz, indicando riscos à saúde do consumidor.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15528/6215