ORDENAMENTO TERRITORIAL NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: ANÁLISE DO USO E OCUPAÇÃO DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIACHO ENCANTO/RN

José Ilânio Chaves, Jorge Luís de Oliveira Pinto Filho

Resumo


A investigação das formas de usos e ocupações no semiárido brasileiro torna-se fundamental para desenvolvermos mecanismos que garantam o ordenamento de seu território. O objetivo procura investigar a distribuição dos usos e ocupações no ambiente da sub-bacia hidrográfica do riacho Encanto para compreender o ordenamento territorial de seu complexo geoambiental. Para alcançar tal fim, utiliza-se o método sistêmico, o qual compreende a sub-bacia como um complexo de elementos naturais e humanos que necessita de ordenamento sistêmico para desempenhar suas funções ecológicas. No mais, acrescentam-se levantamentos descritivos, explicativos e exploratórios, além de representações cartográficas na escala de 1:200.000 e a técnica de observação da paisagem para compreender as manifestações das formas de exploração da sub-bacia. Identificou-se que a sub-bacia possui um uso e cobertura do solo bastante agravado em função das interferências antrópicas sobre sua unidade ambiental. Portanto, faz-se necessário um trabalho de ordenamento do uso do solo em seu sistema, através de adequados mecanismos de planejamento que se voltem ao controle de seu complexo geoambiental.

Palavras-chave


Paisagem. Sistema ambiental. Manifestações antrópicas. Planejamento territorial.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v9i4.11894

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.