DIAGNÓSTICO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS NO RIO CANINDÉ: CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS - METODOLÓGICAS PARA A GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS NO MUNICÍPIO DE PARAMOTI - CE

Francisca Mairla Gomes Brasileiro, Jéssica Freitas Silva, Cláudio Luis Gomez Pereira, Marta Celina Linhares Sales, Samuel Tavares Pinheiro

Resumo


A análise ambiental consiste em uma tarefa essencial para compreender o meio ambiente e proporcionar a criação de medidas para preservação e/ou conservação do mesmo, neste sentido nos debruçamos sobre a perspectiva de diagnosticar os principais impactos ambientais inerentes ao Rio Canindé advindos do uso e ocupação do solo a fim de possibilitar uma discussão em torno da temática. A pesquisa em questão teve como base metodológica uma revisão bibliográfica acerca do tema, uso da cartografia, fotografias e atividades de campo. Durante a pesquisa utilizamos as técnicas para identificação de impactos ambientais formuladas por Sanches (2008) onde o mesmo assinala que esse processo deve ser realizado a partir de cinco etapas: 1- Triagem e Formulação de hipóteses; 2- Identificação das Causas; 3- Identificação das Consequências; 4- Identificação de Impactos Cumulativos; 5- Sistematização dos Resultados. Como resultado, ponderamos que o trecho estudado do Rio Canindé apresenta estagio avançado de degradação, onde as áreas de matas ciliares encontram-se desmatadas por causa do intenso uso agrícola e desenvolvimento da pecuária. Verificamos ainda que o leito do rio encontra-se assoreado, entre outros impactos ambientais apontados.


Palavras-chave


Análise Ambiental; Conservação, Recursos Hídricos; Gestão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v5i4.5191

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.