CONFLITOS DE USO DO SOLO EM ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO IGARAPÉ-AÇU – PA

Clícia da Silva Santos, Lúcio Correia Miranda, Carlos Alexandre Leão Bordalo

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo apresentar um estudo sobre os conflitos de uso do solo em Áreas de Preservação Permanente (APPs) na bacia hidrográfica do rio Igarapé-Açu, Nordeste Paraense. Nesta pesquisa é realizada uma discussão sobre bacias hidrográficas enquanto unidade de planejamento ambiental, bem como os diferentes usos que são estabelecidos no interior da mesma que podem gerar uma série de problemas ambientais, dentre estes a supressão da cobertura vegetal, que corrobora com um descumprimento do que define o Código Florestal Brasileiro (2012). Pretende-se, também, na medida em que se destaca estes usos, relacioná-los ao histórico de ocupação do referido recorte espacial. Para o alcance dos objetivos estabelecidos baseou-se nas revisões da literatura sobre a temática em questão, consultas das normativas instituídas pelas leis ambientais e na elaboração cartográfica com auxílio das técnicas de sensoriamento remoto, destacando o uso da imagem do satélite Landsat 8 do dia 08/07/2017, possibilitando analisar o avanço das produções antrópicas em direção à mata ciliar. Os resultados da pesquisa demonstram um intenso processo de degradação da cobertura vegetal, sendo esta verificada com maior expressividade no alto curso, onde 51,45 % da cobertura que deveria estar preservada foi retirada devido a utilização destas para os usos urbano, agropecuário e da agricultura familiar, caracterizando estas áreas como de conflitos.


Palavras-chave


APP. Uso e ocupação do solo. Bacia hidrográfica. Paisagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v8i2.9138

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.