INDICADORES DO GRAU DE MUDANÇAS AMBIENTAIS EM ÁREAS PROTEGIDAS DO MUNICÍPIO DE BACABEIRA (MA)

Eliana Rodrigues de Sousa, Leonardo Silva Soares, José de Ribamar Pinheiro Junior, Antonio Carlos Leal de Castro

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar as relações entre as áreas protegidas do município de Bacabeira-MA e o seu território do entorno, em virtude da implantação de grandes projetos de crescimento econômico no município. O estudo foi voltado para as unidades de conservação criadas pelo Plano Diretor do município sendo elas: RESEX Rio Perizes, Parque Municipal do Jaú e APA Rancho Papouco. Foi realizado o mapeamento na área das UCs e entorno, a fim de identificar as principais formas de usos e cobertura da terra numa escala temporal nos anos de 2000 e 2010. A análise realizada a partir do mapa de evolução do Uso e Cobertura da Terra, e as quantificações ocorridas nos últimos 10 anos, permitiram a identificação de transformações das quais se pode destacar: o aumento da urbanização e de áreas antropizadas por atividades de extração mineral. Paralelamente, efetuou-se o levantamento socioeconômico e identificou-se a percepção ambiental da população, a fim de conhecer a relação entre os seres humanos e o meio ambiente. A metodologia envolveu a utilização do banco de dados censitários do IBGE 2010 para caracterização socioeconômica e a aplicação de questionário semiestruturado com perguntas abertas e fechadas, buscando caracterizar a percepção ambiental. Os resultados indicaram baixos níveis de alfabetização e renda, condições de saneamento inadequadas e a necessidade de esclarecimentos acerca dos objetivos e propósitos da implementação de áreas protegidas no município. Deste modo, o levantamento, identificação, caracterização e avaliação dos principais problemas e as perspectivas de soluções permitirão produzir subsídios importantes para a gestão das UCs e para a sustentabilidade do seu espaço físico e componentes biológicos, assim como proporcionar informações essenciais para definir uma estratégia geral de valorização do espaço protegido como fator do desenvolvimento regional. 


Palavras-chave


Unidade de conservação; qualidade ambiental; uso e ocupação da terra

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v8i2.9147

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.