GEODIVERSIDADE E ENSINO DE GEOGRAFIA: UM ENSAIO METODOLÓGICO

Francisco Nataniel Batista de Albuquerque

Resumo


O presente artigo tem como objetivo propor um ensaio metodológico para a abordagem da natureza na Geografia Escolar a partir do conceito de geodiversidade e seus desdobramentos teorico-metodológicos articulando os conteúdos de rochas, relevo e solos na Educação Básica. A metodologia propõe uma sequência didática para os Ensino Fundamental e Médio, a partir dos elementos da geodiversidade: minerais, rochas, fósseis, geoformas e solos organizados pelos conceitos de paisagem, geodiversidade (elementos e valoração), apropriação como recurso natural, conflitos e impactos ambientais. Podemos concluir que a discussão do conceito de geodiversidade bem como o uso de materiais concretos em sala de aula se faz necessário no processo de ressignificação da Geografia enquanto conhecimento escolar aberto a discussão de novos conteúdos e novas metodologias que facilitem o processo de ensino-aprendizagem.


Palavras-chave


Ensino de Geografia; Geodiversidade; Metodologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v8i2.9222

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.