COMPORTAMENTO GEOMORFOLÓGICO DAS FÁCIES GRANÍTICAS DO BATÓLITO DE QUIXADÁ, CEARÁ - BRASIL

Anna Sabrina Vidal de Souza, Hudson Silva Rocha, Rúbson Pinheiro Maia

Resumo


O município de Quixadá, inserido no Ceará central, apresenta um campo de inselbergs desenvolvidos sobre o batólito Quixadá-Quixeramobim, o qual possui um modelado heterogêneo de litologia granítica, em função da diferenciação faciológica e controle estrutural. Tais características influenciam nos perfis de dissolução e fraturamento dos inselbergs conforme a meteorização predominante. O presente trabalho tem como procedimento metodológico a observação em campo e o levantamento bibliográfico, sendo correlacionados para a interpretação do objeto em análise. Verificou-se que os inselbergs caracterizam-se pela prevalência da mineralogia máfica ou félsica e do aspecto dúctil ou rúptil. Dessa forma, destaca-se que a geomorfologia de toda a área apresenta uma transição importante do ponto de vista do controle estrutural e climático, pois à medida que se distanciam do centro do plúton no complexo granítico até a borda no contato com a rocha encaixante do complexo gnáissico-migmatítico, essas propriedades condicionam seu comportamento geomorfológico.

Palavras-chave


Inselbergs; Plúton; Litologia granítica; Faciologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v9i1.9428

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.