ANÁLISE DOS FATORES CONDICIONANTES À INUNDAÇÕES E ALAGAMENTOS NO SETOR JAÓ, GOIÂNIA – GO

Braian de Alencar Nogueira, Arthur Soares Nogueira, Karla Faria

Resumo


O acelerado crescimento populacional e processo de urbanização intensa e desordenado trazem consigo diversos problemas ambientais que podem ser relacionados a condições de suscetibilidade ou a implantação de obras de infraestrutura inadequadas ou não funcionais. O objetivo geral do presente trabalho é identificar áreas sujeitas a inundações como também as susceptíveis a alagamentos do setor Jaó, situado em Goiânia, que tem aspectos ambientais e infraestruturas potencializadoras desses processos. Os procedimentos metodológicos selecionadas para analisar os fatores condicionantes de possíveis alagamentos e inundações envolveram a classificação histórica do uso e uso e cobertura do solo urbano entre 1965 e 2015; análise das variáveis ambientais, como declividade, orientação de linhas de fluxos de escoamento superficial, pesquisa de campo do estado de conservação do sistema de microdrenagem. Os resultados indicam que existe uma tendência de impermeabilização crescente no setor e que as áreas definidas como sujeitas a alagamento foram as ruas de baixa declividade (0 – 6%) que apresentam convergência de fluxos de escoamentos associado a ausência ou insuficiência do funcionamento do sistema de microdrenagem. A área sujeita à inundação inclui mais de 50 lotes ocupados, 4 trechos de avenida principal do setor, entre outras áreas ao longo dos cursos hídricos presentes no setor

Palavras-chave


Planejamento urbano; Modelagem hidrológica; Sistema de Informações Geográficas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v9i1.9546

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.