A AFETIVIDADE NA APRENDIZAGEM: O OLHAR DE ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Cleania de Sales Silva, Iracema Nayana Albuquerque

Resumo


O presente trabalho tece reflexões sobre a afetividade no processo de aprendizagem dos alunos dos anos finais do ensino fundamental, a partir do ponto de vista desses alunos. Tal trabalho se fundamenta numa pesquisa que teve como objetivo analisar o que pensam os alunos a respeito da afetividade na sua aprendizagem. A pesquisa foi realizada numa escola estadual de Teresina-Pi, com 60 alunos do 6º ano do Ensino fundamental da referida escola. Os dados da pesquisa foram coletados através de questionário e analisados com base nas ideias dos autores que discutem a temática, tais como: Almeida (2007), Brust (2009), Chalita (2001), Leite e Tassoni (2006, 2013), Piaget (1992, 1994), Vygotsky (1993), Wallon (1986, 1999), entre outros. Os dados da pesquisa mostraram que todos os sujeitos avaliam positivamente a relação que têm com seus professores; consideram o bom professor aquele que, além de saber expor os conteúdos, é carinhoso; e atribuem grande importância à afetividade na aprendizagem, principalmente no que se refere à relação professor-aluno. Segundo os sujeitos, um bom relacionamento entre professor e aluno, pautado no carinho, na atenção e na compreensão, ajudam eles a gostarem mais da disciplina estudada, a se esforçarem mais e, consequentemente, a aprenderem mais. Tais concepções mostram que as atitudes afetivas dos professores são primordiais no processo de aprendizagem dos alunos, não apenas na educação infantil e nos primeiros anos do ensino fundamental, mas abarcando os níveis de ensino subsequentes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.