REVISTA ZABELÊ- DISCENTES PPGANT/ UFPI

A Revista Zabelê - Discentes PPGANT/UFPI é uma publicação semestral organizada por estudantes e ex-estudantes do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal Do Piauí. O objetivo é fomentar a divulgação e a produção do conhecimento do debate antropológico e nas demais áreas das ciências humanas e sociais. A revista tem como escopo publicar produções acadêmicas de estudantes, pesquisadores, pesquisadoras e profissionais em dossiês temáticos organizados por pesquisadores e pesquisadoras dos diferentes estratos acadêmicos ou de temas livres. Assim, a Revista Zabelê aceita artigos, resenhas, traduções, ensaios e ensaios virtuais, e entrevistas em fluxo contínuo.   

 


Imagem para capa da revista

Notícias

 

CHAMADA PARA O DOSSIÊ: Antropologia das e nas Cidades: Percepções e Anseios.

 

 

Compreender o mundo é certamente um grande desafio que movimenta o campo da ciência antropológica em diversas áreas de sua natureza. Em se tratando de experiências de vida urbana, a relação da humanidade com o seu funcionamento, e o que há de distinto nas relações cotidianas produzidas na paisagem urbana, nos faz pensar a cidade enquanto lugar de conformação de sujeitos, esses que dão sentidos e contrassentidos, usos e contrausos, concedem materialidades, subjetividades e percepções de realidades aos espaços. Estamos, então, assistindo cenas de histórias vividas e possibilidades de abordagens através de uma antropologia produzida nas e das cidades.
Para construir respostas sobre o objeto mencionado, tomamos como partida que não há duas possibilidades de antropologia na/da cidade, contudo, maneiras diferentes de fazer antropologia com seus objetos e maneiras de pesquisa.
Antropologia da e na cidade se apresenta incluída no pensamento antropológico para acrescentar caminhos teóricos e metodológicos que propõem compreender a cidade do ponto de vista dos citadinos, por “sobre os ombros” deles, deslocando assim o olhar da cidade para as pessoas que vivem, sentem e "fazem a cidade". Enquanto processo de construção de uma ciência antropológica produzida com esse olhar, sobre as pessoas que vivem, sentem e "fazem a cidade", neste dossiê, interessa-nos trabalhos que busquem compreender a cidade como um espaço múltiplo, plural, dinâmico, produzido e que produz, a fim de propor diálogos pautados na produção da diversidade, luta por direito à cidade, saberes populares/tradicionais, costumes e crenças religiosas e sensorialidades. Assim, pensando o movimento da Antropologia e suas orientações teórico-metodológicas produzidas no “fazer-fazendo”.
Convidamos a submissão de trabalhos até dia 30 de setembro de 2022 que procurem pensar as possibilidades de habitar-viver e pensar a cidade, através dos movimentos e relações de pessoas e coisas e seus processos e práticas políticas.

 
Publicado: 2022-08-05
 

PRORRAGADO PRAZO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS: ETNICIDADES, COSMOVISÕES E MOBILIZAÇÕES INDÍGENAS

 

A Revista Zabelê tem a satisfação de convidar a comunidade acadêmica para colaborar com a submissão de trabalhos originais, artigos e resenhas, no dossiê que contempla a temática Etnicidades, cosmovisões e mobilizações indígenas.

Com o novo prazo de submissão até 15 de maio de 2022.

 
Publicado: 2022-05-03 Mais...
 

CHAMADA PARA O DOSSIÊ: ETNICIDADES, COSMOVISÕES E MOBILIZAÇÕES INDÍGENAS

 

A Revista Zabelê tem a satisfação de convidar a comunidade acadêmica para colaborar com a submissão de trabalhos originais, artigos e resenhas, no dossiê que contempla a temática Etnicidades, cosmovisões e mobilizações indígenas.

Com o prazo de submissão até 04 de abril de 2022.

 
Publicado: 2022-02-07 Mais...
 
Outras notícias...

v. 3, n. 1 (2022): ETNICIDADES, COSMOVISÕES E MOBILIZAÇÕES INDÍGENAS


Capa da revista